Anuncios

O que é o Google Wave, afinal?
A nova O raciocínio dos desenvolvedores - os mesmos do Google Maps - é simples: quase todo usuário de internet usa um email, um mensageiro instantâneo e participa de um site de rede social. Logo, organizar esses atrativos certamente cairá nas graças dos usuários. O Twitter e o Orkut – com seus respectivos sucessos – mostraram aos desenvolvedores que esses usuários se interessam por comunicação rápida, e então o Google Wave deu as caras, mostrando-se como um serviço que oferece o envio de mensagens a contatos com respostas em tempo real, compartilhamento de fotos ou documentos e a possibilidade de chamar outros contatos para conversas em grupos.
Um usuário cria uma onda (tradução de wave) e adiciona os contatos que quiser, sendo possível adicionar outros contatos posteriormente. Assim como no Google Docs, o compartilhamento de arquivos é possível e bastante agilizado.
Organizando a bagunça
Em outras palavras, é um ambiente para discussões que não podem ser chamadas de privadas, nem de públicas. Logo, pode-se afirmar que o Wave é o “ataque” do Google a fim de ajudar os usuários a organizarem o ambiente altamente fragmentado da internet. A cena é bastante comum: você liga seu computador, inicia seu mensageiro, conecta-se ao Orkut, abre seu email, participa de discussões, etc. Ao invés de uma janela para cada serviço, sendo que um comunicador instantâneo tem uma janela para cada contato, o que o Wave se propõe a fazer é unir tudo. Outros serviços podem ser aplicados a uma onda – a Wikipédia, por exemplo. Isso vai depender das ideias dos desenvolvedores, uma vez que o Wave está aberto a melhorias e implementações.
A grande aposta do Google é fazer do Wave uma plataforma – e uma única plataforma – para que você tenha conversas que tem no Twitter, Orkut, blogs e outros sites de mídia social. Essa é a aposta para usuários em geral, mas isso não isenta a participação de desenvolvedores, por exemplo. O Google simplesmente deu “carta branca” a desenvolvedores e entusiastas para criar qualquer tipo de aplicativo, o qual pode ser rodado dentro de uma onda. Jogos, por exemplo. Reúna seus amigos para uma partida online, essa é a ideia. Portanto, comemorem, desenvolvedores, pois o Google Wave tem código aberto.
Caixa de entrada, contatos, navegação e documentos, tudo em um único lugar.
O Google não informou uma data certa de lançamento do Wave. Eles apenas informaram que “o Google Wave será disponibilizado neste ano”. O que você pode fazer é acessar o site do serviço e clicar em “Let me know when it’s ready” para ser informado sobre novidades. Informe seu endereço de email e também qual tipo de usuário você é, cadastrando-se como um entusiasta disposto a informar sobre erros ou então apenas como um usuário comum. Confirme o cadastro informando o tipo de usuário que você pretende manter contato, amigos e parentes, colegas de classe e de trabalho, etc.
Aproveite para mandar uma mensagem para a equipe de desenvolvimento do Wave. Sinta-se livre, pois “Haikus, sonetos e arte em ASCII são todos aceitos”, como informa a página de cadastro.
O Google ficou quietinho em meio à onda de ferramentas para comunicação ágil em tempo real. Mas ele não estava parado. É uma aposta boa, não há dúvidas. Basta imaginar um único lugar para você acessar o orkut e convocar seus contatos para uma conversa. O Wave vai “puxar” seus contatos sem dificuldades. Isso é só o exemplo básico do que o serviço será capaz.

E você, qual é a sua expectativa sobre o Wave? Aproveite, assista ao vídeo com a apresentação do serviço durante a Google I/O. Dê sua opinião nos comentários sobre esta onda!

Fonte: Baixaki
 

0 Comentários, dicas e sugestões :

 
Top